RJ | Novo Autódromo Internacional do RJ

Requerimento de Licença Prévia

Órgão licenciador: Instituto Estadual do Ambiente (INEA/RJ)
Processo:  E-07/505.568/2011
Requerente: Subsecretaria de Planejamento, Orçamento e Administração do Ministério do Esporte
Atividade: Autódromo
Local: Rio de Janeiro/RJ

Documentos Principais:

Deliberação CECA/CLF n. 5.399

Estudo de Viabilidade Ambiental (FGV)

Licença Prévia LP n. 10/2011 (INEA)

Histórico do caso:

Requerimento de Licença ambiental para a construção do Novo Autódromo Internacional do Rio de Janeiro, no bairro Ricardo de Albuquerque, no Município do Rio de Janeiro, em área inserida pelo Município no Projeto Corredores Verdes, assim como considerada Sitio de Relevante Interesse Paisagístico e Ambiental Municipal pelo Plano Diretor.

13.01.2011 | Estudo de Viabilidade Ambiental | FGV elabora Estudo de Viabilidade Ambiental sobre a implantação do Novo Autódromo na única área analisada.

19.09.2011 | Parecer Técnico INEA | INEA elabora o Parecer Técnico de Licença Prévia n. 10/11, em que conclui favoravelmente à expedição de Licença Prévia.

20.09.2011 | Deliberação CECA n. 5.399 | Conselho Estadual de Controle Ambiental delibera no sentido da desnecessidade de Estudo de Impacto Ambiental para o Projeto

o6.10.2011 | Licença Prévia INEA | INEA expede a Licença Prévia n. 10/2011

00.04.2012 | Parecer CONSEMAC | Conselho Municipal de Meio Ambiente elabora Parecer Técnico n. 01/12 sobre o processo de licenciamento ambiental do Novo Autódromo.

06.06.2012 | Vistoria Conjunta GATE | Grupo de Apoio Técnico Especializado (GATE/MPRJ) realiza vistoria conjunta com outros órgãos públicos na área escolhida para implantação do Novo Autódromo Internacional, constatando a expressiva riqueza florestal do local.

18.06.2012 | Parecer Técnico GATE | Grupo de Apoio Técnico conclui o Parecer Técnico n. 113/2012 sobre a vistoria conjunta na área de pretendida implantação do Novo Autódromo.

18.06.2012 | Relatório GT Corredores Verdes | Grupo de Trabalho Corredores Verdes da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro sobre a vistoria conjunta na área de implantação do Novo Autódromo.

04.07.2012 | Relatório Técnico IJB | Relatório técnico do Instituto Jardim Botânico sobre a vegetação da área de implantação do Novo Autódromo.

12.07.2012 | Relatório Técnico INEA | Relatório do INEA sobre a vistoria conjunta realizada.

18.07.2012 | Relatório Técnico IJB | Instituto Jardim Botânico elabora análise crítica sobre o Estudo de Viabilidade Ambiental realizado pela FGV, apontando falhas.

08.10.2012 | Parecer Técnico GATE | GATE elabora o Parecer Técnico n. 203/2012 sobre o conceito técnico do projeto urbanístico, identificando sua adequação ao caso do Novo Autódromo.

26.10.2012 | Ação Civil Pública (MPRJ) | 2a Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Capital e o Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente (GAEMA) ajuizam ACP em face do INEA e do Estado do Rio de Janeiro, buscando correção de falhas no licenciamento e a imposição de realização de prévio Estudo de Impacto Ambiental. Processo No 0421134-93.2012.8.19.0001

12.11.2012 | Petição (MPRJ) | GAEMA/MPRJ reitera ao Juízo da 10ª Vara de Fazenda reiterando o pedido de decisão sobre a liminar requerida, diante de notícias que denotam o intuito dos órgãos públicos envolvidos em dar prosseguimento ao projeto, no local por eles escolhido.

11.01.2013 | Decisão Liminar | O Juízo da 10a Vara de Fazenda Pública da Capital defere liminar suspendendo o licenciamento do Novo Autódromo, até que corrigidas as falhas apontadas na ACP do MPRJ, apresentado Estudo de Impacto Ambiental, além de garantidas todas as oportunidades de participação pública.

24.01.2013 | Recurso Agravo | O Estado do Rio de Janeiro (ERJ) interpôs no dia 24 de Janeiro de 2013 recurso de agravo de instrumento n. 0007219-11.2013.8.19.0000, contra a decisão da 10ª Vara de Fazenda Pública que deferiu o pedido liminar, distribuído para a 10ª Câmara Cível.

28.01.2013 | Recurso Agravo | A Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) interpôs no dia 28 de Janeiro de 2013 recurso de agravo de instrumento n.0007452-08.2013.8.19.0000, contra a decisão da 10ª Vara de Fazenda Pública que deferiu o pedido liminar, distribuído para a 10ª Câmara Cível.

20.02.2013 | Decisão nos Recursos de Agravo | Em ambos os Agravos o Relator indeferiu os pleitos de efeito suspensivo.

03.04.2013 | Decisão Monocrática | Em decisão monocrática, o Relator, ao analisar o pedido da CBA de reconsideração da decisão que indeferiu o pleito de efeito suspensivo, manteve a decisão por entender presentes os requisitos necessários à antecipação dos efeitos da tutela.

10.04.2013 | Parecer Técnico GATE | Grupo de Apoio Técnico conclui o Parecer Técnico n. 072/2013, sobre a vistoria realizada no dia 01/04/2013 na área pretendida para implantação do Novo Autódromo, na qual constatou-se a supressão de vegetação secundária em diversos estágios sucessionais, além da grande probabilidade de ocorrência de espécie ameaçada de extinção.

15.04.2013 | Petição (MPRJ) | GAEMA/MPRJ pede ao Juízo da 10ª Vara de Fazenda que determine que o Estado e o INEA se abstenham de realizar ou permitir que realizem intervenções na área, inclusive para a remoção de artefatos/explosivos que impliquem supressão de vegetação.

05.03.2013 |Minuta de Instrução Técnica | INEA dá publicidade à Minuta de Instrução Técnica CEAM/DILAM n° 10/2013 para comentários públicos.

09.05.2013 | Ata de Reunião Conjunta | O Juízo da 10ª Vara de Fazenda Pública convocou reunião conjunta com as partes e com a participação do Comando da 1ª D.E. para o debate das informações trazidas pelo MPRJ sobre os danos ambientais que estariam ocorrendo durante a descontaminação.

15.05.2013 | Memorando GATE | O Grupo de Apoio Técnico elaborou o Memorando n. 13/2013 informando ao GAEMA de preocupações técnicas caso a atividade de descontaminação prossiga na área.

15.05.2013 | Petição (MPRJ) | GAEMA/MPRJ pede ao Juízo da 10ª Vara de Fazenda que solicite informações atualizadas sobre o processo de licenciamento e informações sobre o processo de descontaminação.

20.05.2013 | Contrarrazões | O MPRJ apresentou suas contrarrazões ao Agravo de Instrumento do ERJ n.0007219-11.2013.8.19.0000.

24.05.2013 | Parecer Técnico Gate | O Grupo de Apoio Técnico elaborou o Parecer Técnico n. 112/2013 com contribuições à minuta do Termo de Referência do INEA n. 10/2013.

03.06.2013 | Contrarrazões | O MPRJ apresentou suas contrarrazões ao Agravo de Instrumento da CBA n.0007452-08.2013.8.19.0000.

21.08.2013 | Acórdão I/ Acórdão II| Decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro por sua  11ª Câmara Cível, mantendo a liminar que suspendeu o licenciamento e as obras do empreendimento até a apresentação e aprovação de EIA/RIMA.

5 ideias sobre “RJ | Novo Autódromo Internacional do RJ

  1. CRIME AMBIENTAL PREPARADO
    COM A AUTORIZAÇAO DO INEA
    e do EXÉRCITO BRASILEIRO
    A MATA DE CAMBOATÁ é um LEGÍTIMO E ORIGINAL TRECHO DE MATA ATLÂNTICA DE PLANÍCIE, O ÚLTIMO na REGIÃO densamente povoada em toda a sua vizinhança, que se não houver mobilização será retaliada, picotada, pois pretendem superpor a ela um AUTÓDROMO, com largas pistas, arquibancadas, estacionamentos, áreas de comércio, TUDO COM MUITA POLUIÇÃO SONORA EXTREMA que afugentará todos os pássaros, o que significa matar o logradouro como manancial de mata atlântica, para virar um autódromo: para se fazer o autódromo, por mais que digam que vão preservar a área, isso NÃO É VERDADE QUE A ÁREA HOJE DE GRANDE RIQUEZA AMBIENTAL VAI SER PRESERVADA, pois a mesma vai ser toda retaliada, PICOTADA e desertificada pela EXTREMA POLUIÇÃO SONORA E AMBIENTAL, EXCESSO DE PUBLICO, REMOÇÃO DE LARGAS FAIXAS e o zoneamento aprovado na Lei Complementar 108/2010 permite desmatar TUDO, e mesmo que fique só o AUTÓDROMO, com a instalação da faixa a ser removida para as pistas de corridas, das arquibancadas, dos apetrechos de socorro, de apoio, de comércio, de estacionamentos, NÃO VAI SOBRAR NADA mais que pequenos retalhos, DESCONEXOS E AMBIENTALMENTE SEM SIGNIFICADO, e com o passar dos anos desmantam o restante.
    HOJE SÃO QUASE 100 ALQUEIRES, 2,2 milhões de metros quadrados, quase que integralmente de MATA ATLANTICA NUNCA REMOVIDA, pois esta área NUNCA foi desmatada e ao longo do tempo foi usada pelo Exército como área de TREINO EM SELVA, e mesmo que tenham sido retiradas as árvores adultas, o banco genético de sementes dormentes no solo ou as árvores em formação constituem ampla diversidade e legítimo e original trecho de mata atlântica.
    E é o último remanescente na região circundada por uma população de cerca de 2,3 milhões de moradores, população praticamente igual a de Belo Horizonte. Se levarem adiante será um desmantamento sem precedentes, visto ser a última área na vizinhança.
    E ao lado desta área de floresta, a 5 km de distância, há área já degradada, bem maior, também do Exército, que pode muito bem sediar o autódromo com prejuízo ambiental bem menor. É só uma questão do Exército (Governo Federal) abrir mão de uma área onde tudo indica que querem implantar um grande empreendimento imobiliário depois da área se valorizar com todos os equipamentos de transporte que se cruzarão na região. Veja mais informações na página http://rap.mp.rj.gov.br/?p=1658, de onde se pode baixar A DOCUMENTAÇÃO sobre o CRIME AMBIENTAL PREPARADO COM A AUTORIZAÇAO DO INEA e do EXÉRCITO BRASILEIRO.
    Ação Civil Pública (MPRJ) Processo No 0421134-93.2012.8.19.0001
    DÚVIDAS ACESSE http://rap.mp.rj.gov.br/?p=1658

  2. Conheco o local desde muito jovem.Não vejo razão alguma p/ destruir o pouco que ainda resiste ao desmatamento total desta área, como se já não bastasse os transtornos existentes na Av. Brasil que encontra-se já saturada,com o fluxo cada vez maior de todas os tipos de automotivos aumentando tanto a poluição atmosférica e sonora, agora inventam essa de construir um autódromo e com isso aumentar ainda mais os problemas já existentes, não d´p/ aceitar mais esse ato de irresponsabilidade ambiental.

  3. Poxa, tanto lugar mal ou sub utilizado no Rio, e vão colocar justo aí? Pensar em implantar um projeto nesse local corresponde a dizer que o fato de pertencerem ao Corredor Verde ou ser considerada Sítio de Relevante Interesse Paisagístico e Ambiental Municipal pelo Plano Diretor não vale nada, e são apenas adjetivos bonitinhos prontos para serem ignorados ao primeiro sinal de algum outro interesse. Apoio nossa iniciativa e coragem de trazer pro Rio grandes eventos, mas também sei que somos espertos o suficiente para encontrar soluções melhores.

  4. Olá..por favor! Eu gostaria de uma informação? Moro em Ricardo de Albuquerque e bem próximo do terreno da área militar para o novo Autódromo, estou torcendo para que seja em Deodoro pelo fato de valorizar muito o bairro, pois o povo destas áreas precisam deste grande evento. Oque vocês podem me ajudar? Já ouvi dizer que vai ser em Guaratiba! Acho que Deodoro e a cara do Autódromo.

    Obrigada pela atenção!

    • Prezada Vania,

      compete ao órgão ambiental do Estado do Rio de Janeiro – INEA -, conceder ou não a licença ambiental para o empreendimento em tela.

      Att,

      Equipe RAP.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

For spam filtering purposes, please copy the number 4605 to the field below: